segunda-feira, agosto 13, 2012

Indo ao Rio!

Vou ao rio a trabalho, novamente.
Espero que a reunião seja leve.

terça-feira, junho 08, 2010

E a vida vai passando!

Tantas coisas aconteceram e me vejo aqui novamente.
beijos

segunda-feira, junho 07, 2010

Com frio e pensando na vida

A semana começa com muito frio
E a vida como vai?
A vida não vai tão bem como eu gostaria
Mas hoje acordei pensando porque quando os relacionamentos acabam sempre alguém deve levar a culpa.
A gente entra nos relacionamentos com expectativas, e isso não tem nada com o outro.
As expectativas são suas não do outro.
Você imagina, você sonha o seu sonho e o outro sonha o sonho dele.
E a vida não é feita de sonhos e sim de realidade.
bjs

sábado, maio 15, 2010

DIA INTERNACIONAL DO CELIACO

Como minha amiga Flavia - http://artenacozinha.blogspot.com/ - está comandando uma "blogagem" coletiva com receitas, não poderia deixar de colocar uma receita de pão que para mim é o melhor que já fiz.
Eu peguei essa receita no Orkut, da Rita, que tem esse blog aqui - http://cozinhandosemgluten.wordpress.com/


Pão de leite

Num recipiente misture:
1 1/2 xicara (cha) de polvilho doce
1 1/2 xicara(cha) leite em pó
1 xicara(cha) farinha de arroz
1 colher (sopa)rasa de açucar
1 sache de fermento de pao
Deixe descansando, enquanto isso leve ao fogo
300ml de agua
6 colheres(sopa) de polvilho doce
Va mexendo sempre até formar um grude tranparente, desligue o fogo e reseve.
Faça um buraco no meio daquela mistura que estava descansando e coloque:
1 colher (sopa) sal
2 ovos
3 colheres(sopa) oleo
1 colher (sopa) margarina
misture bem, coloque o grude reservado ainda quente e va amassando com as maos,é preciso colocar mais ou menos 1 xicara de farinha de arroz até obter uma massa lisa ,(parecida com a de trigo)
Divida a massa em pequenas porçoes(sempre faço 9 ou 10),modele os paes.
Deixe crescer,coloque uma bolinha num copo com agua quando ela subir o pao esta crescido, antes de ir ao forno faça cortes com uma faca e pincele leite para dar brilho.

beijos e bom dia SEM GLUTEN

sexta-feira, maio 14, 2010

Começo da minha vida sem Gluten - DC



Primeira coisa que fiz foi entrar em comunidades e ler muito sobre a DC, sobre as pessoas portadoras, as dificuldades, as melhoras......
Para quem em 49 anos nunca tinha se preocupado em ler rótulos de alimentos, a não ser para ver a validade, foi um começo bem complicado.
Existe uma legislação que diz que todo alimento deve constar "Não contem gluten" ou "Contem Gluten", mas os fabricantes colocam  em lugar que bem entendem na embalagem, juntando com o tamanho da letra, imaginem como uma simples ida ao supermercado vira horas, procurando os alimentos, tentando enxergar, tive até de mudar meu óculos  e no final acabo quase não enxergando mais nada. Quando estou sozinha  pergunto para alguem mais jovem se acha na embalagem........é duro ficar velha e descobrir ser Celiaca ao mesmo tempo.


bom dia
beijos

quinta-feira, maio 13, 2010

Começando a entender a DC - Doença Celiaca

Depois do médico quase cortar a mão, ele disse que não era especialista da doença então indicou outro Gastro.
Lógico que tive que esperar 2 meses para conseguir uma consulta pelo convenio.
Enquanto isso fui a um Hematologista porque meus exames de sangue deram alterados, a ferretina estava muito baixa, ele passou um remedio, pediu outros exames.
Chegando no consultorio, não tive uma impressão muito boa do novo médico, ele foi pegando os meus exames e foi olhando e jogando de lado. Fez mais uma lista de exames inclusive colonoscopia, e falou para eu levar uma vida normal.
Normal sem gluten ou com gluten?
Fiz os exames, e na colonoscopia tive que fazer biopsia.
Voltando ao consultório do Médico com os resultados dos exames, comecei a ter realmente a dimensão do que é a Doença Celiaca. 
A biopsia não constatou nada maligno, mas é um controle que terei de fazer.
A Doença Celiaca é uma doença auto-imune, que afeta principal o trato gastrointestinal.
Eu não tinha os sintomas clássicos.
Sintomas mais clássicos, diarréia cronica, prisão de ventre, emagrecimento, atraso no crescimento
(mais informações: http://www.riosemgluten.com/doenca_celiaca.htm )
Então nunca, nenhum médico relacionou minha anemia persistente, meu problema com a tireoide, problema com o calcio com a DC.
Hoje eu vejo como os médicos são mal informados e imagino o que tem de pessoas sofrendo com várias doenças não diagnosticadas. Então eu sou uma portadora de Doença Celiaca não clássica.
Veja as definições no site da ACELBRA - Associação dos Celiacos do Brasil - http://www.acelbra.org.br/2004/doencaceliaca.php

beijos e bom dia


quarta-feira, maio 12, 2010

Como descobri que sou celiaca.

Em 2008 trabalhava numa empresa do setor de incorporação imobiliaria, uma pressão total, e as ações caindo, crise no mundo inteiro, então imaginem a "tranquilidade" que era.
Comecei a ter dores de estomago e passar mal algumas vezes depois do almoço, achei que era a pressão do trabalho e a alimentação, já que comia todo dia em restaurantes.
Uma noite estava no carro na Av. Paulista e senti uma dor tão grande, que cheguei a suar frio, ainda bem que não estava dirigindo.
Resolvi consultar um clinico geral, para uma consulta . A médica pediu vários exames inclusive uma endoscopia, desconfiava de uma gastrite.
Quando fui fazer a endoscopia, o médico decidiu fazer uma biopsia, e no resultado  veio o diagnostico da Doença Celiaca, além de outras complicações, mas nenhuma gastrite.
Fui então encaminhada para um Gastroentorologista .
Como a Doença Celiaca não é muito comum, quer dizer não é muito diagnosticada, foi uma sorte o médico que fez o exame ter a sensibilidade de pedir a biopsia para a confirmação.
A consulta com o Gastro foi muito interessante, o médico era engraçado, primeiro criticou a clinica geral por ter pedido a endoscopia, achava que ela deveria ter me encaminhado direto par o especialista, depois eu estava com uma bactéria e a médica tinha passado um antibiótico e ele mandou  parar de tomar o remédio. Depois começou a falar sobre o diagnostico da DC (Doença Celiaca), fez muitas perguntas, sobre os sintomas e eu não tinha nenhum, ele achou que tinha sido erro no exame e pediu para eu fazer exames de sangue especificos, anticorpos anti-transglutaminase e anticorpo anti-endomício (AAE), e disse que se desse resultado positivo no exame ele cortaria a mão.
Conclusão se vocês encontrarem um medico Gastro sem uma mão, era o meu médico.

beijos